Rio & Cultura

www.rioecultura.com.br : encontre sua arte aqui

sábado, 30 de abril de 2011

Rima dos dias tristes














O sol se foi! É o que ouço gritar.
O sol se foi! É o que ouço em todo lugar.
E agora calor não há, luz não há.
Agora é mais triste o meu falar.
Cadê você que sabia tanto me amar?
Onde está você, para fazer de novo minha luz bilhar?

Agora é tudo escuro! É o que grita a multidão.
Agora não há luz em mim, habito na escuridão.
Peço a Deus em oração, que ele me tire dessa solidão.
Mas Deus parece não ouvir um mandrião.
Que por vezes não vive em retidão.
Sinto-me abandonado, na cova de um leão.
No meu teatro triste, esperando salvação.

Pai do céu, me acalme por favor.
Pelo menos essa noite, ouça firme o meu clamor.
E não me deixe mais assim, vivendo nessa dor.
E traga de volta para mim, dela o mais belo amor.

2 comentários: